Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sábado, 6 de agosto de 2011

ACEITAR



ACEITAR


Devemos aceitar com muita resignação
Uma perda material ou afetiva
Uma doença, ou mesmo a humilhação
Ou dificuldade financeira efetiva.

Aceitar com sabedoria e humildade
É um ato de amor e benevolência
É mostrar a Deus que a tempestade
Não consegue desagregar nossa paciência

Devemos lutar para solucionar problemas
Buscar soluções, combater o que nos contrai
Com resignação aceitando os dilemas
Sem rancor ou revolta, orando ao Pai !

Rancor e tristeza, criam dificuldades
Ao invés de nos trazer uma solução
Aceitar, não significa falta de vontade
Ou inércia de lutar pela salvação

Aceitar é uma demonstração de Fé
É alargar, expandir a consciência
Lutar contra a adversidade, o que crê
É a fundamental prova de paciência

A aceitação tem um poder transformador
Que molda o íntimo e o torna cordial
Só através dela se alcança o amor
Que dentre as virtudes é primordial

Porangaba, 17/04/2011 -
Armando A. C. Garcia

E-mail: WWW.armandoacgarcia@superig.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário