Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sábado, 6 de agosto de 2011

Ó TU, IMUTÁVEL SER....

Ó TU, IMUTÁVEL SER....





Ó Tu, imutável ser que a humanidade
Cobriste de ventura os seus destinos
Na orbe, desta à natureza imensidade.
E os grandes tormentos, tornas pequeninos

De ti depende a essência humana
A harmonia etérea e imortal
Mísero de mim que sonhava vida insana
Numa impiedade, ímpia sem igual.

Ó grande ser Divino, clama a natureza
Por toda a eternidade ecoam louvores
Teu nome sagrado abriga só beleza

Provém da candura e do imenso amor
Que levam a criatura a procurar um dia
No refúgio da morte, o grande Criador !

São Paulo, 01/09/2006
Armando A. C. Garcia
E:mail: armandoacgarcia@superig.com.br





Nenhum comentário:

Postar um comentário