Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Congresso ou um mercado persa


Congresso
ou um mercado persa


Verdadeiro troca troca
Instalou-se no Congresso
Pra apurar essa *baldroca
Instalou-se um processo

Que apurou corrupção
Pagamento de propinas
Denominado “mensalão”.
Essas aves de rapinas

Em novo estilo de vida
Em vez de lutar pelo povo   
O assaltavam sem medida,
Atitude que reprovo.

Foi dinheiro na cueca,
Foi na mala e no gibão;
Gente levada da breca
Nunca vai para a prisão.

Agora serão julgados
Não creio, sem isenção
Pra mal de nossos pecados
É de irmão para irmão

Já se fala em anistia
Pro tal de José Dirceu
Até a Virgem Maria
Já lhe prometeu o céu
                                               *trapaça; logro 
São Paulo, 02/08/2012
Armando A. C. Garcia  

Nenhum comentário:

Postar um comentário