Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sexta-feira, 14 de junho de 2024

Rindo...

Rindo...

 

Enquanto você está rindo,

Rindo da minha ilusão;

Eu, não sei se ainda estou indo,

Ou vindo da confusão.

 

Se ilusão ocorreu,

Foi na cabeça dos dois,

Tu, prometeste o céu,

Deste o inferno, depois !

 

Se escalada, estou subindo

Podes, continuar rindo;

Porque dela, estás caindo...

E ao final, eu estarei rindo !

 

Nos idos de longa data

Em que a ilusão ocorreu,

Tu, a sardinha sem lata,

Eu, tubarão que morreu !

 

Rindo de orelha a orelha

Rindo às portas do céu,

Tu, foste a prima centelha

Que meu coração acendeu !

 

14/06/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com
                                                                            

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

quinta-feira, 13 de junho de 2024

As injustiças da vida !

As injustiças da vida !

 

As injustiças da vida,

São a falta de Justiça,

Se todos, corretos e probos;

Inexistiriam, os logros.

 

Se o caráter e a moral

Nos indivíduos, pautarem.

Haverá justiça natural

Para do bem, desfrutarem.

 

Nasce e brota em cada Ser

A cultura social,

É não se deixar perder,

Pela prática imoral.

 

Alguns com muito dinheiro,

Enquanto outros passam fome;

Uns, na felicidade,

Outros, na dificuldade.

 

A injustiça no mundo

Está presente, inevitável;

Somente um amor profundo

A tornaria inaplicável !

 

13/06/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com
                                                                            

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

 

O poeta é um carpidor

O poeta é um carpidor

 

O poeta é um carpidor

Carpe a dor, carpe o amor;

Enxerga, o que outro não vê

Com esperança, e com Fé,

 

É um grande sonhador

Um bardo, um trovador,

De fantasiosa imaginação

Do sonho e da ilusão.

 

O poeta cria emoções

Até Finge sentimentos,

Finge dor, e alegria

Histórias e ficções.  

 

É amigo da natureza

Sua fonte de inspiração;

Defende a humanidade

E a criança, com certeza !

 

O egoísmo e a avareza

São da alma, incompatíveis,

Bem como calunia e inveja

Para si, inadmissíveis.

 

Tem Dom da premonição

Percebe com coerência,

Sentimentos de convicção

Que lhe dão a consistência !

 

12-06-2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

terça-feira, 11 de junho de 2024

O amor, é uma estrela !

O amor, é uma estrela !

 

Entre as coisas belas,

O Amor é uma delas

Majestosa, dentre elas

Também, a mais espinhosa...

 

É primavera e verão

É Melodia matinal

A Inolvidável saudade

O Inverno, no coração.

 

São lembranças projetadas

No seio da correnteza,

São Louros na caminhada

Preciosa joia, com certeza

 

Mas ela é tão delicada

Suscetível, melindrosa

Que se perde na estrada

Quando ela é tortuosa

 

O amor é uma estrela

Que brilha além, no espaço,

Sua luz, forte e singela

Pode abolir, se escasso !

 

11-06-2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

A isto, se chama...amor !

A isto, se chama...amor !

 

O amor é uma indumentária

Que reveste o coração

Quando ela se desgasta

Acabou a fruição

 

Esperanças encantadoras

Desejos, imaginação

Perfeitas e tentadoras

Fascínio do coração

 

Encanto e frustração

Desilusão, grande dor

Simpatia e sedução

A isto se chama... amor !

 

09-06-2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

Espúrio amor !

Espúrio amor !

 

Foi tamanha a ilusão,

Como foi o sofrimento

Daquele pobre ancião.

- Agrura, padecimento

 

Tomou conta de seus dias,

Foi tamanha a ingratidão

Como foi sua ironia

Deixou o pobre ancião.

 

Levando tudo que podia,

Esvaziou lhe economias

Deixando a conta vazia,

- Partiu pra outras flostrias    

 

E o pobre ancião,

Ante aquela malvadeza,

Sofreu pelo coração

E sofreu, pela vileza.

 

Porém, aprendeu a lição

De nunca mais se envolver

Porque a mulher avião.

Faz do homem o que quer !

 

08/06/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

Na estrada da vida (II)

Na estrada da vida (II)

 

Na estrada da vida

Todos caminhamos,

Para uns, é uma fadiga

Para outros, vejamos

 

Tomada essa trajetória

Uns seguem em direção,

Para alcançar a vitória

Com rumo em sua mão

 

Outros caminham a esmo

Vão de tropeço em tropeço

- Pedaço de pão e torresmo

Este, seu maior apreço

 

Nesse caminho sem rumo

Caminha uma maioria,

- Em síntese, em resumo

Deveria ser a minoria !

 

A estrada do bom caminho

Para todos está aberta,

O sucesso, é seu vizinho

Quando ela é descoberta.

 

Precisa lutar bravamente

Nunca, nunca esmorecer

Sendo honesto e competente

Nada o poderá abster !

 

- Só cabe a nós escolher

Os caminhos a percorrer !

 

05-06-2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com 

                                                               

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema - Pode compartilhar

Deus nos deu !

Deus nos deu !

 

Deus nos deu conhecimento,

Conhecimento e destreza

Deus nos deu sabedoria

Sabedoria e prudência

 

Deus nos deu a alegria

A alegria e a tristeza

Deus nos deu, de dia o Sol

O sol e à noite o Luar

 

Deus nos deu inteligência

Inteligência e compreensão

Deus nos deu o amor

O ódio e a compaixão

 

Deus nos deu a paciência

Paciência e a resignação

Deus nos deu a precaução

A cautela e a atenção

 

Deus nos deu a clemência

Clemência e o perdão

Deus nos deu a violência

O abuso e a agressão

 

Deus nos deu a brutalidade

A brutalidade e a fereza,

Cabe a nós a faculdade

De escolher com sutileza !

 

01/06/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia  - 

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com 

                                                               

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

E a noite se faz dia !

E a noite se faz dia !

 

A noite desce, silenciosa e queda

Um santo silêncio, e a noite se faz dia

Uma claridade imensa verte e irradia

No ambiente perfumado, a labareda

 

A Luz rutilante, como branca centelha

Não parava de resplender a todo momento

E na noite, exala um perfume inebriante

Nesse esplendor, ouço voz que se assemelha

 

A dum anjo, ou quiçá dum querubim

E essa voz chegou perto, perto de mim

E disse: amar teus amigos é muito fácil

Quero ver, tu amares teus inimigos !

 

Nesta terra, a esse brilho nada se assemelha

Visão de pura essência de lindo sonho

Realidade, não devaneio ou fantasia

Dum pobre crente mortal, tão bisonho !

 

31/05/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia  - 

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com 

                                                               

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

O luar da minha terra !

O luar da minha terra !

 

O luar da minha terra

Tem um brilho especial

E no brilho que ele encerra

Tem a Paz sobrenatural

 

E sua excelsa beleza

Faz da noite primavera

E ele, tem com certeza

Uma paz, mútua, sincera

 

O luar da minha terra

Nas noites silenciosas

No planalto e nas arribas

Ilumina nossos destinos !

 

30/05/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com 

                                                               

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

 

 

 

Cooperação !

Cooperação !

 

Eis o que diz o tecelão

Eu urdo os vossos tecidos;

Mas retruca o alfaiate

Sem mim não teríeis roupas;

Diz o curtidor de couros

Eu vos preparo finas peles,

Pondera o sapateiro

Sem mim que faríeis com elas?

Certamente, andaríeis descalços...

Diz afinal o padeiro

Eu vos alimento todos os dias;

Por fim, diz o Agricultor

Sem mim, nada disso aconteceria

Vez que todas essas matérias, eu produzi

E não fosse eu, pereceríeis de fome !

Fala enfim a Mãe Natureza

Sempre a todos eu dou guarida,

E é a vossa cooperação

Que dá sentido à vida !

 

30/05/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia  - 

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com 

                                                               

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

quarta-feira, 29 de maio de 2024

Impactos !

Impactos !

 

Impactados pela força viva do destino

Meus pensamentos voam em todas direções

Povoam minha cabeça, divagam no sentimento

Transcendem as ilusões e as próprias razões

 

O entendimento, da razão e da própria ilusão

A vida, é dividida entre a vivida e a que pensamos

Vivemos da maneira mais discreta nossa ilusão

E de hora em hora se povoam nossos sonhos !

 

29/05/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia  - 

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com
                                                                            

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

Delega !...

Delega !...

 

Delega o teu amor a uma rameira

Para que eu possa sentir por ela

O mesmo amor, que por ti eu sinto

 

Vez que tu, de mim não queres saber

E o amor que tenho por ti, não morre

Quem sabe, delegando teu amor, possa viver !

 

29/05/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia  - 

 

 

No Facebook ou Visite meus Blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com              

http://criancaspoesias.blogspot.com
                                                                            

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

Fatuidade !

Fatuidade !

 

Perguntas se vale a pena

Ter amor no coração

- Eu te direi apenas

Que o amor é uma ilusão

 

Uma ilusão passageira

Que morre e deixa saudade,

Não passa de brincadeira

Transitória fatuidade,

 

O amor é uma atração,

Sentimento que se desfaz

- Excesso de dedicação

Instável e pertinaz !

 

Depende agora de ti

Esse ato encantador,

Amar é sofrer... perdi

E sentir enorme dor !

 

27/05/2024 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

No Facebook ou Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar