Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sábado, 20 de março de 2021

O Arado

O Arado

 

Rasga a terra promissora

Desde o raiar da aurora

Para dos dar o alimento

O Arado é o elemento

 

Que há milênios usado

E pelo homem manejado

Com coragem e suor

Por todo agricultor

 

Hoje, é mecanizada

E a terra é arroteada,

Tratores puxam o arado

Com sulcos arroteado

 

O terreno é preparado

Com o adequado arado

Na preparação verdadeira

Pra uma boa sementeira

 

Assim é nossa existência

Caminhá-la com decência

Tendo sempre na consciência,

Evangelho, como deferência

 

Nos ensinamentos de Deus

Para alcançar os céus

Devemos manejar o arado

Cada qual no seu eirado

 

Para pragas não crescerem

Arai para removerem

Da terra ervas daninhas

Como faz o lavrador

 

Afasta a erva danosa

A falsidade, mentirosa

Desata de ti esse mal

E o arado... é o canal !

 

19-03-2021

Armando A. C. Garcia

 

Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário