Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

A dança das águas



A dança das águas


No rumo de nossas vidas
Saltitam emoções, sem par
Algumas, envergonhadas
Mal chegam a despertar

Às pessoas, em nossas vidas
As pudemos igualar
Umas, já nascem vencidas
Outras, para governar

As emoções são sentidas
Como o bolero das águas
Umas rolam na descida
Outras, remanso das tabuas

 São Paulo, 18/01/2013
Armando A. C. Garcia


2 comentários:

  1. Parabéns...amei seu blog, me emocionei lendo seus versos! abraços, ania...

    ResponderExcluir
  2. Vim para encontrar novos amigos e ao mesmo tempo divulgar meu blog, encontrei o seu blog que óptimo. As águas também dançam, num vai vem sem descansar, como as vidas sem esperança, não sabem onde vão parar.
    Quero apresentar o Peregrino E Servo.
    Se desejar fazer parte esteja à vontade.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir