Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Momentos


Momentos

Não tenhas pena de mim
Nem do meu comportamento
Tudo na vida é assim
Depende só do momento

O momento marca a vida
E marca o destino, também
Marca a dor, marca a ferida
Marca a saudade d’alguém

Na vida, certos momentos
Não deveriam existir
E outros, escassos tempos
Deveriam, é persistir

De momentos, faz-se a vida
E em momentos se acaba
Chega a hora da partida
Num só momento desaba

Nesta liça de momentos
Escolhamos os melhores
E daqueles de sofrimentos
Depuremos bens maiores

Tem momentos de alegria
E de tristeza, também
Como os tem de nostalgia
De felicidade e desdém

Num momento a vida vem
Em outro a vida se esguia
Momentos, quem os não tem
De tristeza e de alegria.

São Paulo, 18/05/2012
Armando A. C. Garcia


Um comentário:

  1. Que bom que existam poetas e pessoas como você. Lindas as poesias. Parabéns!

    ResponderExcluir