Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

terça-feira, 9 de outubro de 2012

A bruxa













A bruxa


Seu pensamento era um rio de amargura
Dissimulação de suas próprias intenções
Seu rosto a máscara de outra figura
Personificação abstrata das maldições

Superstição ao não, continua existindo
Nome: Bruxaria Tradicional no Brasil
Onde você poderá participar, intervindo
E ser um novo bruxo entre os mais de mil

Confesso que esta não é a minha praia
Mas como gosto de escrever sobre tudo
Não podia tirar meu corpo da raia
No delicado assunto, d’alvitre cabeludo

São Paulo, 09/10/2012
Armando A. C. Garcia


Nenhum comentário:

Postar um comentário