Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

domingo, 20 de fevereiro de 2022

Cidade Miranda do Douro (Portugal)

Cidade Miranda do Douro (Portugal)

 

Cidade Miranda do Douro

O Douro corre a teu pés

Para mim, és um tesouro

Transmontano - Português

 

És um jardim no planalto

Cheia de encanto e esplendor,

Os Pauliteiros rugem alto       

Com gaitas de fole e tambor

 

Teu fumeiro, é maravilha !

No reino não tem igual

Encanto que sempre brilha

Ao norte de Portugal !

 

Suprindo as necessidades

Desse povo acolhedor

Repleto de felicidades,

Compartilhe desse amor

 

Nossa história tem valor

Podem vi-la conhecer

A glória dum lutador

Que seu fado é vencer

 

Venha ver o Sol nascer

Em nosso caro Portugal

Você vai-se surpreender

Pois nunca viu nada igual

 

Tem talento a culinária

Deste Lusitano torrão

Nossa posta é templário

Com sabor de campeão

 

Sua Sé, é maravilhosa

Seu órgão descomunal

Menino Jesus da Cartolinha

No mundo não há igual

 

Tem penedos rendilhados

Tem falésias nas arribas

Onde cresce o alecrim

E as lindas margaridas

 

O rio Douro de um lado

Do outro o Fresno a teus pés

Tu, no meio és um tesouro

Deste torrão Português !

 

São Paulo, 20/02/2022 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantendo a autoria do poema – Pode compartilhar

Nenhum comentário:

Postar um comentário