Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Independente da vontade


Independente da vontade

Independente da vontade de todos
As coisas caminham naturalmente
Sei que alguns pensarão ser engodos
E outros, sinceramente descrente

Cada um, é o que é certamente
Difícil explicar o ser humano
Se agrada a um, outro é descontente
Há sempre um motivo ao desengano

Esta é a realidade independente
É complexa pela complexidade
Das flutuações d’várias opiniões

Porque para cada coisa vertente
Não faço valer a minha vontade
Nem mesmo a de cada um certamente !

20-07-2020
Armando A. C. Garcia

Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://criancaspoesias.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com

Direitos autorais registrados
Mantenha a autoria do poema







Nenhum comentário:

Postar um comentário