Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

O mar altivo e forte

O mar altivo e forte


O mar azul, por sua grandiosidade
Neste planeta de lendária sapiência
É um marco, é quase uma majestade
Representando 2/3 desta circunferência

Esse mar azul, de segredos mil
Tem na imensidão o altivo porte
Sua cor d’água, ganha a cor de anil
Como pedra bruta, é rude e forte

O mesmo mar que esbraveja, chora
Chora de tristeza, chora de saudade
E acalmar suas ondas, a Deus implora

Pois quando os marouços encapelados
Se agigantam agitados na crueldade
O mar, geme e chora os seus pecados !

São Paulo, 22/12/2017 (data da criação)
Armando A. C. Garcia

Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com
http://criancaspoesias.blogspot.com

Direitos autorais registrados

Mantenha a autoria do poema

Nenhum comentário:

Postar um comentário