Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

O sonho se esvai,

O sonho se esvai,


O sonho se esvai, nesta existência
A cada dia; junto, cai a paciência,
Um anelo de felicidade se despedaça
Na realidade, um freio, uma mordaça.

Neste oceano de desejos delicado
Buscando a felicidade neste fado,
Eis que, lá nos confins do oceano
Vislumbra uma esperança... puro engano !

Mais uma ilusão no estreito horizonte
Onde confunde as ondas, com o monte,
Mais uma lágrima, nas faces a sulcar.

A quem, em vãs promessas se foi fiar,
Mentiras dum futuro, a aceitar.
- Que turvou as águas da própria fonte !

São Paulo, 31/01/2017 (data da criação)
Armando A. C. Garcia

Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com           
http://criancaspoesias.blogspot.com

Direitos autorais registrados
Mantenha a autoria do poema

Um comentário:

  1. Distinto amigo e conterrâneo Armando. Obrigado pela sua visita ao meu blog. Gostei, igualmente, de ler as bonitas poesia que encontrei neste seu espaço. Abraço fraterno. www.henriquepedro.blogspot.pt

    ResponderExcluir