Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Do meu lindo amor....

Do meu lindo amor....


Quando te via passar toda vaporosa
Igualava tua formosura à de rosa
Toda gente te mirava cobiçosa
E eu, esperando colher essa rosa

O tempo, foi passando sem te ver
A linda rosa, virou uma mulher !
- Infortúnio maior, não pode haver,
Do que amar uma mulher e não a ter

Na sua intimidade, juras mentindo
Enganou o meu amor, meu sentimento
Um dia, quem sabe, me viu partindo

Para nunca, nunca mais poder voltar.
- Do meu lindo amor... veio o sofrimento
Pra nunca, nunca do peito se apagar !

São Paulo 17/01/2017 (data da criação)        
Armando A. C. Garcia

Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
   
Direitos autorais registrados

Mantenha a autoria do poema

Nenhum comentário:

Postar um comentário