Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sábado, 2 de julho de 2016

Olhos nos olhos

Olhos nos olhos


Recobra o alento, coração aflito
Esfria o medo, e as vontades mil
De sequiosos desejos, explode em grito
Na fuga dos laços dum amor gentil.

Que poder imenso esse amor encerra,
Que a teus desejos rendem amargura,
Que veneno é esse, que não cai por terra
O agasalho nefasto que torna a vida dura

Se à perdição dos males se inclina
No pobre coração impaciente,
Olhos nos olhos, verás na retina

Que este amor em mim é permanente
E ele é muito mais do que imagina
O ímpio e fugaz pensamento da gente !

São Paulo, 01/07/2016 (data da criação) 
Armando A. C. Garcia
 

Visite meus Blogs:
http://preludiodesonetos.blogspot.com                                           
http://criancaspoesias.blogspot.com                                                                                                                                                                                                                                                                 
Direitos autorais registrados

Mantenha a autoria do poema

Nenhum comentário:

Postar um comentário