Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

sábado, 30 de janeiro de 2016

Mundo de insatisfeitos

Mundo de insatisfeitos


Um mundo de insatisfeitos nos limita
Uns p’la falta de sorte que o destino dita,
Outros, pelo quinhão nefasto ou benfazejo,
Quando a ganância, supera o seu almejo.

O pobre, por ser pobre, pouco planeja,
O rico, a totalidade, ele deseja !
O ser humano; essas quimeras sustenta,
Onde pobre e rico delas se alimenta,

O rico com o ouro, fica encantado
O pobre na cachaça, leva enganado
O destino perverso, mágico, tirano,

Insaciáveis desejos alimentam
A mente humana na qual se sustenta ,
A ilusão do pobre, do rico, do cigano !


Porangaba, 30/01/2016 (data da criação)
Armando A. C. Garcia

Visite meus blogs:

Direitos autorais registrados

Mantenha a autoria do poema

Nenhum comentário:

Postar um comentário