Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Deus é o amor

Deus é o amor


A imensidade de Deus, é o amor
Clarão de luzes, na alma e sentidos
Uns, o chamam, cantando seu louvor
Outros, na prece silenciosa, movidos.

Nessa fonte de amor inesgotável
Nela transborda o galardão divino
O fulgor adquirido inigualável
Faz da oração o voto genuíno

Sua alma, sentidos e coração
Uníssonos no desejo de louvar,
Abertos ao imortal artesão !

Buscam na fonte do amor saciar
A sede que retrai a vitalidade
Levando a alma à erraticidade.

Porangaba, 16 de fevereiro de 2014
Armando A. C. Garcia


Obrigado por visitar meu Blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário