Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A Traição !

A Traição !


Em elevada contemplação do pensamento
Quando geme a alma à constrição
Sentido o lamento, sofre o coração
E... sobeja o gemido do tormento

A voz do desengano descortinada
Na incontrastável e lastimosa cena
Condenou o fiel amor à dura pena
Da traição por aquela perpetrada

Sofre o coração sentido e lastimoso
O mundo desabou com tamanho dano
Com o peito gemendo, e os dentes a rilhar.

Mundo pobre, insípido, contencioso
Jogou nas ondas do pecado e desengano
P’ra sua moral... de mão em mão andar !


São Paulo, 26/01/2011
Armando A. C. Garcia

Nenhum comentário:

Postar um comentário