Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

MAL SECRETO ! (Soneto)



MAL SECRETO !



Vou dizer o que sinto a mim somente
Pois nem sempre o pensamento o consente
Ser feliz ou infeliz, é uma figura
Que nem sempre retrata o viver que se procura

Do tropel das paixões, tristes lembranças
Meu *estro, sofre o efeito das mudanças
Mas não sucumbe, sua alma acostumada
Ao pranto que verte, a cada caminhada

Nem tudo que punge o coração destrói
Dos pesares. Tristes lembranças perdi
E quando tudo está tão demudado... dói

Face aos enganos que por ti eu já vivi
Remédio à magoa minha, hoje não há
Só viver... continuamente já sem ti !

São Paulo, 05/09/2011
Armando A. C. Garcia

*inspiração; engenho poético


Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com
http://criancaspoesias.blogspot.com
 


Direitos autorais registrados
Mantenha a autoria do poema
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário