Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

terça-feira, 16 de agosto de 2011

SORRISOS ! (Soneto)

SORRISOS!


Por mais que raro seja o meu sorrir
De quem viveu contente certo dia
Breve tempo de bem-aventurança
O sorriso passa e a gente não alcança

A boca, não está mais acostumada
Não tendo mais a vida desejada
E sendo em mim, constante o sofrimento
Voltar a sorrir é coisa que tanto tento

Se contudo minha alma se conforma
Falta nela a forma do teu sorrir
Mas como tudo, no mundo se transforma

Quem sabe um dia, volte de novo a sentir
E aquilo que hoje o coração não sente
Seja no amanhã um sorriso, sorridente.!

São Paulo, 19/05/2005
Armando A. C. Garcia


Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com
http://criancaspoesias.blogspot.com
 


Direitos autorais registrados
Mantenha a autoria do poema
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário