Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

terça-feira, 16 de agosto de 2011

SONHO E FANTASIA (Soneto)

 SONHO E FANTASIA

Em sonhos divaguei na poesia
Mansa e serena, branda e fria
Mil vezes te beijei, te possui
Vi em teus olhos, o que jamais senti

Quando entre nós a sombra se escondia
E a rósea nuvem nos céus aparecia
Comecei a devorar-te no sonho insano
Com a alma sedenta, o corpo ufano

Tuas faces gentis, o olhar fulgente
O veneno fervia, o sangue, corria quente
Um suspiro, antepõe-se ao ato de ternura

Tuas faces vertem lágrimas de ventura
Os rubros lábios de onde o amor pendia
Renderam-se afinal ao amor e à magia!

São Paulo, 08 de junho de 2006
Armando A. C. Garcia
E-mail: armandoacgarcia@superig.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário