Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O RATO E A GALINHA (infantil)

 O RATO E A GALINHA (infantil)


Diz a rato p’ra galinha
O seu ovo vou comer
Ela responde tristinha
Não vou deixá–lo fazer

Vou colocar sentinela
O galo que é campeão
De fazer rato em morcela
Tu, espumas em sua mão

O rato se atocaiou
Esperando o bote dar
Mal o galo o avistou
Partiu para o atacar

O rato vendo a fúria
E a destreza do galo
Viu que pecou pela incúria
Fugindo sem enfrentá-lo

Ficou feliz a galinha
Com a ninhada que teve
E a mexer com a galinha
O rato não mais se atreve.

São Paulo, 23/10/2009
Armando A. C. Garcia

Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com
http://criancaspoesias.blogspot.com
 

Direitos autorais registrados 
Mantenha a autoria do poema  


Nenhum comentário:

Postar um comentário