Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

O Ponto Escuro





O Ponto Escuro


Divirto-me hoje co’uma diverticulite
Que duma ileíte se faz acompanhar
Não bastasse já a crônica gastrite
Com a próstata cada dia a aumentar

É a terceira idade, idade de terceira
Na qual o cidadão apoucando a saúde
Detrai em vida o elmo da viseira
E vê quão perto está do ataúde

O fruto da vida, é flor que fenece
A ave da morte, rondando em agouros
E o corpo afinal, que tanto padece

Render-se-á no tempo à eternidade
Deixando a matéria, sem frutos, nem louros
Levando em bagagem... a triste saudade.

São Paulo, 15/05/2008
Armando A. C. Garcia



E-mail: armandoacgarcia@superig.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário