Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A JUVENTUDE ! (Soneto)

A JUVENTUDE


É sempre feliz e bonita a juventude
É o tempo que passa e deixa saudade
Tempo do primeiro amor da mocidade
- O oposto ao ancião, a *lassitude

A juventude é tal flor que desabrocha
Para o jardim da vida alcatifar
Com seus encantos poder suavizar
A matiz da idade, quando ficar roxa

A juventude é a dinâmica da vida
Estado de espírito aventureiro
Lúcido momento rumo à subida

Degrau primeiro de glória e alegria
Outorga recompensa ao passageiro
Esperança futura, que lhe dá a vida

São Paulo, 24/03/2009
Armando A. C. Garcia
                                                                                                       * fadiga; tédio; fastio
E-mail: armandoacgarcia@superig.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário