Bem vindo à Brisa da Poesia!

Espargindo fragrância nas mal dedilhadas letras, levo até vocês, uma amostra tecida no rude tear da minha poesia! Espero que o pensamento exteriorizado nos meus versos leve até vocês momentos de deleite e emoção!
Abraços poéticos, Armando A. C. Garcia
São Paulo, 06/08/2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Esperança ou Cobiça ? (Soneto)

Esperança ou Cobiça ?


Ter Esperança é almejar o amanhã
É sonhar adiante, antecipar
É o alimento do mundo, em cada clã
É andar à procura e não encontrar

É prescindir do sonho à realidade
Que não nasce de mero sentimento
É o instinto febril da humanidade,
Que ninguém sabe regular comportamento

Ó Esperança ! sem ter hora, a toda hora
Invades de ilusão, viras as cabeças
Crápula do egoísmo, abismo hiperbólico

Desces às cidades, pelo mundo afora
Dos vales às montanhas incutes promessas
Tens na bóia do destino, efeito simbólico !

São Paulo, 01/03/2010
Armando A. C. Garcia


Visite meus blogs:
http://brisadapoesia.blogspot.com
http://preludiodesonetos.blogspot.com
http://criancaspoesias.blogspot.com
 


Direitos autorais registrados
Mantenha a autoria do poema
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário